Agora é pra valer. Começou a parte competitiva do 31º Festival Internacional de Balonismo de Torres. São 56 balões na disputa do título do evento mais tradicional do balonismo no Brasil.

Briefing

A reunião para determinar as provas que aconteceriam na manhã de quinta foi bem cedinho, as 6 horas da manhã. Foram determinadas três tarefas: fly in, fly on e caça a raposa.

Prova fly in

A tarefa fly in foi no bairro salinas, na famosa igrejinha. Até o momento em que estive lá não houveram grandes marcas, já que a grande maioria dos balões passaram muito alto. Mas a informação que recebi é que pelo menos três competidores tiveram excelentes resultados lá.

Prova fly on

A prova fly on, uma espécie de fly in, foi no parque do balonismo. Mais uma vez a grande maioria dos pilotos não conseguiram bons resultados, já que a tradicional corrente do Rio Mampituba acabou “sugando” a maioria dos balões e os tirou da rota do parque. Mas mesmo assim tivemos fortes emoções. João Vitor Justo, Warley Macedo e Ronaldo Morales tiveram grandes aproximações, com marcas próximas de 0 cm.

Prova caça a raposa

O balão raposa decolou do parque do balonismo e pousou na Morada das Palmeiras. Uma das melhores marcas da prova foi o piloto Murilo Hoffmann, com 0,10 cm do alvo, segundo informações ainda não confirmadas e também do Fabio Passos, campeão em 2017.

Campeonato gaúcho

Paralelamente ao festival de balonismo está acontecendo a 1ª etapa do Campeonato Gaúcho de Balonismo. São treze competidores na busca do título estadual.

Classificação

A classificação geral ainda não foi divulgada pela organização do evento.

Prova da tarde

O próximo voo será a partir das 16 horas no Parque do Balonismo. Segundo o organizador do evento e presidente da Air Show, Bruno Schwartz, a tarde deveremos ter a prova valsa de hesitação, que funciona da seguinte maneira: o diretor determina dois ou mais alvos e cada piloto escolhe o que achar melhor, conforme as correntes de vento que ele navegar. Vence quem lançar a marca mais próxima ao alvo em forma de X.

A cobertura do Blog no 31° Festival Internacional de Balonismo tem o patrocínio da Construtora Monte Bello, Infinity Imobiliária Digital, Omega Balonismo, Air Show, Sosseg, RVB Balões e Infláveis, Balloon Pizzaria, Peretto & Irmão Material de Construção, RMS Telecom, Jung Balonismo, Filipe Minotto Fotografia, Fábrica Restaurante e Eventos e ART Malhas.

Comentários

comentários