Foto: Arquivo pessoal
O bate-papo de hoje do BlogBalonismo é com o paulista Henrique Neto, da nova geração de pilotos do Brasil. Confira:
Como entrou no esportemeu primeiro contato com o balonismo foi no ano de 2008 em Rio Claro -SP no 2º Open de Balonismo. Ali conheci o então piloto da Ultragás Antonio Pereira Filho conhecido como Toninho. Ai fizemos amizade e ele percebeu que eu já era apaixonado pelo esporte e não mediu esforços para me ajudar a me tornar um piloto. Junto com ele meu amigo Taveira que foi meu instrutor e assim os dois juntos me ajudaram a realizar este sonho.
Local do primeiro voo: meu primeiro voo de balão foi realizado em 2008 em Rio Claro-SP a bordo do balão da Ultragás. Depois como piloto em instrução foi em Boituva.
Um momento de alegria: são muitos: Mundial de Balonismo, campeonatos, festivais, etc… Mas acho que o momento mais feliz foi em 2011 quando meu checador Rubão me disse que estava aprovado. Ali sim senti aquilo que quando buscamos com fé alcançamos.
Foto: Arquivo pessoal
Um momento de tristeza no esporte: também existem vários, pois vemos e ouvimos coisas deprimentes dentro desse nosso esporte, mas acho que o pior foi na morte do nosso amigo AC, pois estava voando aquele dia em Boituva e sei oque ele deve ter passado, muito triste.
Um ídolo no esporte: bom, ídolo apesar de não ter conhecido, acho que o Sr. Truffi, por ter trazido este esporte para o Brasil, mas aqui tenho vários pilotos que admiro e tento aprender com eles, pois já convivi um pouquinho com cada um (Lupércio, Rubão, Luis Silvestre, Toninho Pereira, Taveira, Fabio Passos, Paulinho).
Voo inesquecível: Todos os voos são inesquecíveis, pois não há um voo igual ao outro, porém o que me marcou bastante foi quando inaugurei meu balão junto com o construtor Toninho Pereira, onde voamos acima das nuvens, de mais.
Foto: Arquivo pessoal
Trabalhos realizados com o balonismo: por enquanto são poucos, pois faço isso por hobby e tenho meu próprio trabalho, assim quase não dá tempo de correr atrás de promoções.
Uma história engraçada: Estava voando em São Carlos, voo da tarde, quando no final do voo começava a garoar e eu precisava pousar o balão, ai avistei um pasto pequeno (último antes de um Rio) ai fui pra pouso e gritei para um senhor que estava debruçado na cerca se ele podia me ajudar, joguei a corda de resgate para ele me segurar, pois estava ventando um pouquinho, ai quando joguei a corda e ele saiu correndo para agarrar a corda vi que ele estava bêbado, ai vocês já imaginam o final da história, foi cerca, foi galhos no pasto, foi o senhor  bêbado, tudo sendo arrastado pelo pasto, mas consegui parar antes do rio. Depois do susto o senhor se aproxima todo sujo e molhado e diz o seguinte: “O meu filho, é mais fácil segurar um boi bravo do que esse bicho ai hein!”
Momentos de tensão: sem dúvida no meu voo de instrução no dia do acidente em Boituva.
Melhor campeonato que já participou: como piloto o último brasileiro aqui em Rio Claro-SP. Como equipe o Mundial aqui em Rio Claro onde fiz equipe para o Lupércio e terminamos em terceiro lugar.
Foto: Arquivo pessoal
Projetos em andamento: estou construindo um balão para seis pessoas, assim posso tentar algumas promoções e com certeza voar com mais amigos de uma vez. O construtor do balão é o Edu Libra, que tem minha total confiança e que se tornou um grande amigo que admiro muito.
Projetos futuros: a curto prazo não tenho nada em vista, a longo prazo talvez tentar viver do balonismo (depois de me aposentar  talvez).
Mensagem para os leitores: gostaria de dizer aos leitores que estão tentando se tornar um piloto de balão que não desistam, pois este esporte é maravilhoso e recompensador. Lutem até o fim, pois serão recompensados com vistas e momentos maravilhosos. E para os amigos pilotos, que esta é a hora de nos unirmos mais ,pois somente desta forma é que nosso esporte ou melhor dizendo nossa Paixão vai sobreviver. Este mundo do balonismo é fascinante, um mundo maravilhoso onde a cada amanhecer com o barulho do maçarico e da ventoinha nos traz muita paz e emoção no coração e na alma, um grande abraço a todos e fiquem com Deus.

Comentários

comentários