Balonismo e turismo nos céus do Brasil

0
4545

Juazeiro do Norte e Crato, no Ceará, fazem parte do mais novo destino dos amantes do balonismo. Para quem deseja ver os atrativos da região do Cariri, em um ângulo de 360°, o voo de balão é a melhor opção. O passeio apelidado de “Chapadócia” remete ao famoso sobrevoo da Capadócia, na Turquia. No Ceará, os turistas conhecem os principais pontos turísticos da chapada do Araripe, onde se localiza o primeiro geoparque da América Latina.

O Geoparque Araripe é um dos mais completos e ricos depósitos de fósseis do planeta. São plantas, anfíbios, insetos, répteis e até dinossauros fossilizados a milhões de anos. É o mais raro patrimônio paleontológico do Brasil. A região, que recebe cerca de dois milhões de turistas e romeiros por ano, abrange seis municípios repletos de atrativos naturais, históricos, culturais e religiosos.

Torres, no Rio Grande do Sul, é a capital brasileira do Balonismo. Lá existem várias empresas que voam durante o ano inteiro na paisagem da mais bela praia gaúcha. O voo decolando da prainha e pousando ao pé da serra é inesquecível.

Publicidade

Os aventureiros também encontram opções de voo na Chapada dos Veadeiros, em Goiás. O balão sobrevoa a região reconhecida pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, tanto pela beleza da paisagem como pela fauna e flora preservadas. A Chapada Diamantina, no coração da Bahia, oferece um cenário único para diversos esportes de aventura, incluindo o balonismo. A beleza de Bonito (PE), fica mais linda vista do balão que passeia pelo agreste pernambucano, incluindo Gravatá, outro destino turístico da região. A partir de Rio Branco, no Acre, o passeio de balão revela a grandeza e biodiversidade da floresta amazônica e ajuda o turista a desvendar o mistério dos geoglifos. São 478 formações geométricas (quadrados, círculos, linhas e espirais) espalhadas pelo solo em 391 sítios.

Os passeios de balão que sobrevoam o Rio de Janeiro deixam a cidade ainda mais maravilhosa. O balonismo também já entrou no roteiro turístico da estância termal de São Lourenço (MG). Em São Paulo, os municípios de Piracicaba e São Pedro, a 140 km da capital, então entre os que recebem turistas para voar de balão. Sorocaba e Boituva, referência em esportes aéreos, realizam passeios que revelam os encantos e segredos das belas paisagens como serras, campos, rios e cachoeiras. Os turistas podem se aventurar e experimentar a sensação de voar como se estivessem flutuando a 500 metros de altitude ou em voos rasantes pelas copas das árvores, plantações e espelhos d`água.

Publicado originalmente aqui.

Comentários

comentários