ESPECIAL
Bate-papo com Luiz Paulo Assis
Luiz Paulo. Foto: Arquivo pessoal
O bate-papo de hoje do BlogBalonismo é com o piloto e fabricante de balões Luiz Paulo Assis. O paulista, dono da empresa Air Fly Balonismo, vai nos contar um pouquinho de sua história no esporte.
Copa Mercosul de Balonismo em 1999. Foto: Arquivo pessoal
Sobre como entrou no esporte: Eu venho de uma família tradicional de baloeiros e fazia balões de papel desde criança,  na adolescência  participei de uma das equipes mais tradicionais de baloeiros de São Paulo,  esse gosto por balão me fez  aproximar do balonismo e em 1995 tive meus primeiros contatos com o balonismo a partir daí não parei mais, foram alguns anos de Charlie Papa e em 1999 me formei piloto.
 
Local do primeiro voo: Campinas SP.  
Com Lupércio Lima no Japão, em 2006. Foto: Arquivo pessoal
Um momento de alegria : O Balonismo já me proporcionou e continua proporcionando momentos de muitas alegrias, ao longo de 17 anos de  balonismo,  voei em quase todos os estados brasileiros  e atualmente tenho voado em diversas partes do mundo. Isso me trás muitas  alegrias porque a cada lugar que passo tenho a oportunidade de conhecer  culturas e costumes tão diferentes muitas vezes do nosso, esta “bagagem” que carrego hoje me faz uma um cara realizado e feliz.
 
Um momento de tristeza no esporte: Momentos de tristeza geralmente são marcados por perdas irreparáveis como a morte de companheiros que viviam o balonismo como nós. 
Lugar mais lindo que já voou: Voar de Balão proporciona visuais inesquecíveis e  guardo em minha memória vários deles como: atravessar o rio Araguaia com o sol se pondo, presenciar as belezas naturais do Pantanal, Torres entro outros, voar sobre a arquitetura de Brasília, decolar no meio de uma multidão em Albuquerque, sobrevoar as Piramides do México, seria injusto falar de um único lugar.
Torres 2010. Foto: Arquivo pessoal
Um ídolo no esporte: Leonel Brites
 
Voo inesquecível: Meu voo check com Johnatan Torthon, naquele dia eu enxerguei o grande horizonte que eu teria para conquistar.
Fórum Social Mundial, em POA. Foto: Arquivo pessoal
Trabalhos realizados com o balonismo: Já realizei diversos trabalhos comerciais, gravações de programas, voos de aventuras, atualmente me dedico a construção de balões de forma especial, convencionais e  construções de infláveis promocionais.
 
Uma história engraçada: Algumas que já aconteceram comigo: decolar com a chave da caminhonete no bolso, trocar envelope e só descobrir quando chega no destino, dor de barriga em voo, pousar na “roubada”. Depois que passam se tornam muito engraçadas. 
No México, com André Ibanhes. Foto: Arquivo pessoal
No Canadá em 2011. Foto: Arquivo pessoal
Momentos de tensão: Lembro de dois deles, decolei tarde em uma região de serra em Minas Gerais e depois não conseguia pousar o balão porque eu não conseguia sair de cima de um linha de transmissão de energia… mas depois de muita “tensão” consegui pousar;  e  também um voo em Curitiba  sem opção de pouso e com o gás já acabando… mas no final deu tudo certo.

Melhor campeonato que já participou: Eu participei de campeonatos de 2000 até 2006, depois priorizei a parte comercial do balonismo, obtive alguns bons resultados, fiquei em primeiro lugar em dois Festivais, 2º Festival de Balonismo da cidade de Cruzeiro e 1º Festival de Pindamonhagaba-SP, no mesmo ano fiquei em 3º lugar no Campeonato Paulista. 

Projetos em andamento: Estou construindo o Special Shape o Aaron, e vou participar de  6 eventos no exterior além de Canadá e Estados Unidos farei dois eventos na Europa e um na Ásia.

Projetos futuros
: Continuar construindo balões de forma, tenho algumas metas a serem conquistadas.


Mensagem para os leitores do blog: Viva o balonismo, faça por amor e você se realizará.
Bons Ventos!!!!

Comentários

comentários

COMPARTILHAR
Artigo anterior
Próximo artigo